sss



29 março 2011

mais um nobel da arquitectura para Portugal

Perante um presente tão frágil, um Pritzker para Portugal é uma lufada de ar fresco. 'Nascido em 1952, no Porto, Eduardo Souto Moura é o segundo arquitecto português a receber esta distinção, depois de Álvaro Siza Vieira ter vencido em 1992. O arquitecto sucede, assim, nomes como Oscar Niemeyer (1988), Frank Gehry (1989), Norman Foster (1999) e Zaha Hadid (2004). No ano passado a Fundação Hyatt distinguiu a dupla de japoneses Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa.'
mais aqui e aqui.

'Lisbon’s Culinary Golden Age?'


'Lisbon’s culinary scene is witnessing a remarkable evolution, with a handful of chefs concocting new takes on bacalhau and other traditional staples. At least a dozen ambitious upstart restaurants have opened in the last few years, headed by the country’s small but growing group of celebrity cooks, many of whom have worked abroad.' As palavras são do New York Times, continue a ler aqui.

GQ l pelas ruas da cidade


Um conceito só para alguns

Esqueça tudo o que imaginou sobre ginásios em Portugal. O Envy intitula-se ‘só para alguns’ porque tem a promessa de número de sócios limitado e a garantia de não ter de correr para apanhar uma senha para qualquer modalidade. As poucas vagas permitem um acompanhamento personalizado e no coração do Chiado, com um conceito acolhedor e familiar, o Envy foi pensado até ao mais pequeno detalhe. Na esperança que a má escolha do nome ‘Envy’ podia honrar a última palavra dos Lusíadas de Luís de Camões, a ‘emenda’ não honra o soneto, já que a escolha infeliz do mesmo defende a ideia de que quando ‘somos felizes os outros têm inveja’. Não seria um espaço de bem-estar, uma morada para nos sentirmos longe de uma palavra negativa como esta? Nome muito mal escolhido à parte, a verdade seja dita, a atmosfera do Envy lembra um boutique hotel e só por isso merece a visita. Equipado com máquinas e aparelhos Technogym de última geração para treinos cardiovasculares e treinos de força, o ginásio de mil metros quadrados, gerido por Carla Gaspar e com o professor Bruno Caseirito como director técnico do ginásio, tem ainda três estúdios para prática de várias modalidades como aulas coreografadas de step, ritmos latinos, zumba, localizada, bosu, TRX, aulas de abdominais, aulas de glúteos, Pilates, Yoga, Indoor Cycle e programas Les Mills. Há direito ainda a banho turco, serviço de lavandaria que lhe trata do equipamento para o treino seguinte, massagens e um pequeno jardim interior que no futuro acolherá eventos culturais. A pensar na energia do bairro, o Envy Health & Fitness pensou também num restaurante, o Naturalliving que abre às oito da manhã para servir pequenos-almoços buffet. Os almoços vegetarianos - possíveis também em take away - com direitos a sobremesas que vale a pena comer com os olhos, estendem-se ao conceito buffet a um preço muito convidativo. Aos Sábados e Domingos há brunch das dez da manhã até às quatro da tarde e uma esplanada que promete os mais saudáveis raios de sol do Chiado.
Envy Health & Fitness
Rua do Carmo, 29 Lisboa
Tel. 213 246 060
http://www.envyclubs.com/
Seg a Sex 7h - 23h
Mensalidades a partir de €80 (os moradores da zona têm desconto)
Pequeno-almoços buffet €6
Almoços buffet €9,50

25 março 2011

22 março 2011

A cidade na ponta dos dedos l uma capital com superpoderes



Um brunch que prepara as energias da semana, uma máquina que promete revitalizar a hora do café e muitos pós mágicos para espalhar beleza pela cidade.

As baterias carregam-se à beira do Tejo
A Bica do Sapato abre portas agora também ao Domingo para oferecer um dos mais abençoados brunch’s da cidade. A mesa prende-nos pela variedade do pão, as bôlas de alheira e morcela, as carnes frias, os queijos, ou o salmão marinado. Há ainda cereais e os iogurtes, pastelaria, compotas e doces - como o de figo com nozes - fruta, doces e bolos como as farófias e os ducheses. Nos quentes as salsichas frescas, os cogumelos, os tomates assados, o bacon, os ovos mexidos, estrelados ou benedict. Ainda pratos que passam pelas saladas, pelas massas quentes, pela carne e pelo peixe e que mudam todas as semanas, sempre acompanhados de gratinado de legumes, legumes assados, batatas a murro ou batatas fritas caseiras às rodelas, sempre com a cenografia do Tejo incluída.
Brunch Bica do Sapato
Av. Infante Dom Henrique, Cais da Pedra a Santa Apolónia,
Armazém B, Lisboa
Tel. 218 810 320
www.bicadosapato.com
Dom das 11H50 às 15H30
€25 (não inclui bebidas)

A mais inteligente e compacta de sempre
Muito mais do que se vê, a nova máquina Nespresso lançada em Lisboa com a energia dos La Fura dels Baus chega mais inteligente, rápida e intuitiva. A Pixie permite reduzir o consumo de tempo, espaço e energia, preservando o café perfeito. Através do seu elegante e compacto design, com painéis laterais em alumínio de inspiração industrial minimalista em seis vibrantes cores, a Pixie aquece em menos de 30 segundos, dispõe de um controlo automático do volume de café servido na chávena e desliga-se automaticamente após 9 minutos de inatividade, consumindo 40% menos energia. A mudança de cor da retro-iluminação indica sempre que está pronta ou é necessária a colocação de água no reservatório, ou seja uma máquina com tudo incluído, exceto o George Clooney claro.
Nespresso Pixie
Rua Garret, 8 Lisboa
Norte Shopping, Loja 0448 Porto
Encomendas 800 260 260
www.nespresso.com
Pixie €149,99

Para super mulheres
A nova linha poderosa da M.A.C. voa numa linha composta de um super mineralize skinfinish, eye shadow quads, máscara opulash, baton, blush em pó, penultimate eye liner, verniz nail lacquer e pigmentos prateados e dourados, para espalhar o poder da luz sobre a cidade.
M.A.C. Wonder Woman
www.maccosmetics.com
M.A.C. Lisboa
El Corte Inglés
De 2ª a 5ª das 10h - 22h, 6ª e Sáb das 10h - 23h30
Tel. 91 661 09 85
M.A.C. Porto
El Corte Inglés Vila Nova de Gaia
Seg a Sáb 10h00 - 23h
Tel. 22 371 63 99
Produtos a partir de €14,50

artigo publicado na Revista Única do Expresso a 12 de Março de 2011

1931 - 2011 l na extensão do silêncio



A imagem não é de Lisboa, mas isso não é importante. De Lisboa e do meu Pai guardo imagens inegáveis sempre que descíamos o Chiado, a caminho do batido de morango e das bolachas de framboesa que imortalizaram a montra da Pastelaria Ferrari. Ainda o Queque e o Tody na pastelaria Parisience, onde hoje reside o bar do Hotel do Bairro Alto ou o colo que ultrapassava a altura dos meus queridos irmãos, apenas para observar a beleza do Tejo da janela da nossa casa.

Esta era uma das músicas que mais elevava o seu silêncio, sempre tão intacto e que agora inunda o legado das salas agora vazias. As páginas dos jornais escrevem que o meu Pai 'não era um homem de sorriso fácil, mas um homem de grandes causas e de coração humilde'. Para além do mestre da extensão do silêncio existiu o Homem. Um Homem amado por um povo, que no dia da sua partida, com os rostos rasgados de emoção se agarravam às minhas mãos com a reverência ao 'grande ser humano', 'um dos mais conhecidos e respeitados livreiros alfarrabistas de Lisboa, um homem de cultura, que deu uma importante contribuição à história do livro em Portugal pelas obras raras que localizou e pelas informações reunidas ao longo dos anos em que marcou a actividade livreira na cidade de Lisboa'.

Privilegio a homenagem feita em vida e a consagração no dia da partida. Em honra à sua vida assisti a uma cidade que se ajoelhou de ternura e agradecimento ao Homem que tinha contribuído para a história da literatura em Portugal, nunca esquecendo a missão cívica e social, mas também o tão esquecido projecto de humanidade que se incendiava com a biblioteca de Cister 'a arder por trás'.

No primeiro dia de Primavera também eu me elevo na sua partida.
Seja na vela que não se apaga, seja nas suas mãos,

as mãos de veludo.

smart.studio. Lisbon l urban view

só o Universo sabe como fui capaz de gravar isto num dia que se aproximava tão delicado, mas como diz o grande Mestre , 'lady or not' no momento que os panos abrem, a entrega possível.



'A glove store, a shop with traditional Portuguese products and a bar that actually used to be a grocery store - see which places our host Pete Nottage and local scout Sancha Trinade visited in Lisbon, Portugal'. mais aqui.

15 março 2011

eu sei quanto tempo duram as fréseas



1931 - 2011. há muita, mesmo muita coisa que fica.

14 março 2011

smart.studio. em Lisboa



torne-se fã aqui e aqui, explore o conceito aqui.

09 março 2011

smart.studio Lisboa l the teaser




para quem está curioso sobre o estúdio mais pequeno do mundo aqui fica o teaser. para a semana há mais.

smart.studio. em Lisboa II



pois foi. a Time Out pediu-nos boleia e eu e o repórter londrino Pete Nottage aceitámos. depois de cidades como Roma, Paris, Londres, Berlim e Barcelona, finalmente o smart.studio em Lisboa.
veja a reportagem numa Time Out perto de si.

08 março 2011

a luta é alegria II

"Temos de ir ao cerne da questão para ir buscar o positivo. Aceitarmos ter sucesso e não sermos ricos. É o preço para ter liberdade é não ser rico. Às vezes o preço de fazermos o que queremos é não termos assim tanto. Nestes períodos de crise que vemos que afinal não precisamos assim tanto. Não precisamos do último telemóvel e do carro novo e essa indústria da insatisfação que reinou nas ultimas décadas, a indústria das mentes inteligentes que a missão delas é tornar-nos insatisfeitos, para comprar mais e gastar mais. Nós sabemos que não precisamos assim de tanta coisa para estarmos bem, e que não dependemos puramente do material, para isso a crise é muito positiva."

07 março 2011

a luta é alegria

Não é importante se a música é de esquerda ou se os Homens da Luta cantam bem. Sempre fui exigente comigo e com os outros e já era tempo de ver os Portugueses a reagirem. O que assisti Sábado à noite foi dos momentos mais deliciosos e improváveis de sempre. A votação dos distritos dava a música do Nuno Norte como a grande vencedora e enquanto o cantor já brincava com a câmera, numa atitude 'isto já cá canta' chegava ao écran a percentagem dos votos telefónicos do povo. Eu desmanchava-me a rir e os Homens da Luta, muito abaixo da lista, ganhavam o Festival da Canção 2011.
Confesso: adorei.
Haja espaço para estalos de luva branca e voz de um povo que tem por norma a passividade. Só tenho pena de não estar presente na grande manif da geração à rasca no dia doze, mas por motivos profissionais estarei ausente a lutar também pela vida, com alegria claro.

video



03 março 2011

muita luz no Terreiro do Paço



andei eu a mostrar Lisboa ao Pete Nottage, para a smart.studio Lisboa e um dos sonhos que lhe confidenciei, um hotel na praça mais bonita do mundo. e vale muita a pena sonhar na nossa cidade: é que vai nascer uma Pousada de Portugal, inserida num edifício histórico do Terreiro do Paço. mais do sonho aqui.